2 de julho de 2022

Alimento orgânico e inorgânico: Saiba a diferença

Você conhece os alimentos orgânicos e inorgânicos? Saberia dizer as diferenças entre eles?

Neste texto você vai saber detalhadamente sobre essas duas classes de alimentos, e saberá também os benefícios e os malefícios de cada classe. Acompanhe.

Alimentos orgânicos e inorgânicos

Os alimentos orgânicos são aqueles considerados mais naturais, que, em todos os processos de produção, utilizam técnicas que respeitam o meio ambiente e a qualidade dos alimentos.

Isso significa que esses alimentos não utilizam processos que prejudicam o solo e os alimentos, como os agrotóxicos, nem a saúde dos consumidores.

Na agricultura orgânica nós podemos encontrar as frutas, os legumes e as verduras.

Esses alimentos são feitos usando apenas sistemas naturais para combater as pragas e fertilizar o solo.

São mais saudáveis do que os alimentos inorgânicos por não utilizarem agrotóxicos, mas mesmo assim costumam possuir praticamente as mesmas propriedades nutricionais.

Ou seja, mesmo tendo o equivalente nutricional aos alimentos inorgânicos, não utilizam mecanismos que os prejudicam ou prejudicam o solo, água ou vegetação, sendo saudável para quem o consome e para a natureza.

Além disso esses alimentos costumam ter um sabor melhor.

Há também a carne e os ovos orgânicos em que nos animais não são aplicados antibióticos, hormônios nem anabolizantes que fazem esses animais parecerem maiores e mais suculentos, mais convidativos, mas que trazem problemas à saúde humana com o consumo prolongado.

As carnes orgânicas possuem níveis mais elevados de ácidos graxos ômega-3, além de níveis de gordura mais baixos do que as carnes de cultura inorgânica.

Os ácidos graxos ômega-3 são essenciais para reduzir as chances de o indivíduo sofrer com doenças cardíacas.

Os animais e os ovos orgânicos são também mais saborosos do que os inorgânicos, e, assim como na agricultura orgânica, todo o procedimento é feito com base na responsabilidade social, valorizando a mão de obra.

Os alimentos orgânicos geralmente possuem uma dose mais baixa de nitrato, que, em níveis elevados, pode ocasionar o câncer.

Foram feitos estudos onde se descobriu que nas culturas orgânicas os alimentos possuem cerca de 30% menos nitrato do que os alimentos de culturas inorgânicas.

Mas há uma única desvantagem no consumo de alimentos orgânicos, eles são mais caros do que os convencionais e são mais difíceis de serem achados.

Isso acontece porque são produzidos em menor escala e são maiores os custos para produzi-los.

É uma desvantagem pequena se considerado todas as vantagens, mas é uma desvantagem que pode ficar ainda menor se aumentarem a produção dos alimentos orgânicos no futuro.

Os alimentos inorgânicos, por sua vez, são aqueles processados, aqueles que não utilizaram meios naturais para a sua produção.

Nisso, podem-se considerar alimentos inorgânicos aqueles de agricultura em que foram usados agrotóxicos e os animais e ovos que passaram por procedimentos não-naturais para ficarem mais robustos.

Esses alimentos geralmente parecem melhores, frutas maiores e com uma cor mais viva e animais gordos parecem ser mais saudáveis, mas na verdade é o oposto.

São essas injeções nos animais e mecanismos para fazer os alimentos da agricultura crescerem que faz com que eles fiquem dessa forma, apenas aparentando ser mais saudáveis, quando na verdade fazem mais mal para o corpo.

As vantagens dos alimentos inorgânicos são que eles são mais fáceis de serem encontrados — estão praticamente em todo lugar — e custam mais barato. Dessa forma, podem ser comprados em maior quantidade por um preço menor.

Ainda há uma outra vantagem dos alimentos inorgânicos sobre os orgânicos.

Os alimentos inorgânicos possuem conservantes e outros produtos que fazem com que eles tenham uma durabilidade maior.

Portanto, uma fruta de cultura orgânica pode ficar podre mais rápido do que uma mesma fruta de cultura inorgânica nas mesmas condições.

Alimento orgânico ou inorgânico?

Se você está se perguntando qual deles deve escolher para consumir, não podemos dar uma resposta exata. Você deve escolher de acordo com os seus valores, o que você acha melhor ou por sua necessidade.

Afinal, em muitos lugares é difícil encontrar alimentos que não foram produzidos puramente com recursos naturais e às vezes se torna mais conveniente comprar alimentos na porta de casa, praticamente, poupando tempo e dinheiro.

Enquanto há estudos comprovando que os alimentos orgânicos são mais saudáveis, há pessoas que não aceitam essa ideia e dizem que tanto os orgânicos quanto os inorgânicos são muito semelhantes e possuem semelhantes interações quando uma pessoa os consome.

É importante prestar atenção aos alimentos orgânicos que, mesmo sendo orgânicos, ou seja, produzidos com recursos naturais, ainda fazem mal para o corpo.

É por isso que você não deve se surpreender ao encontrar versões orgânicas de sorvetes, cookies, refrigerantes e outros alimentos, pois eles existem mas nem por isso fazem bem.

Alguns produtos orgânicos utilizam açúcar da cana — por isso o rótulo de “orgânicos” — em vez do açúcar simples. Mas o açúcar da cana, mesmo sendo natural, ainda é açúcar, e em excesso ainda faz mal.

Mais textos relacionados
Couve e seus benefícios
pe de couve

A couve é um dos produtos naturais mais conhecidos e apreciados no mundo, principalmente por causa do seu gosto em Read more

Melão e seus benefícios
fruta melão

Quando perguntam às pessoas quais são suas frutas preferidas, é capaz que muitas delas digam que uma das suas frutas Read more

Cacau e seus benefícios
cacau

Nós conhecemos bastante o cacau por causa do chocolate, um alimento que é feito com esse produto natural. É até Read more

Beneficios Spirulina
pó de spirulina

A Spirulina é um item do qual muito se fala no mundo, por conta da enorme quantidades de benefícios que Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

chá para infecção urinaria