2 de julho de 2022

Alimentos que previnem o câncer

O câncer é uma doença que causa uma verdadeira devastação no nosso corpo em que nem sempre conseguimos resistir e acabamos sucumbindo.

Por esse motivo, é mais do que interessante conhecer alimentos que previnem o câncer.

Há aqueles que aumentam o risco de você sofrer dessa doença, como é o caso da salsicha e dos alimentos embutidos e há os alimentos que promovem a prevenção do câncer que são os alimentos que você conhecerá neste texto.

Quais são os alimentos que previnem o câncer

Alguns grupos de alimentos são ótimos para prevenir o câncer. Abaixo, você encontra uma lista dos principais deles:

Alimentos à base de plantas: os alimentos à base de plantas são muito eficientes para prevenir que uma pessoa sofra câncer.

São substâncias como os caretonoides, encontrados em vegetais verde-escuros, amarelos, laranja e vermelhos;

os polifenóis, que são encontrados em ervas, especiarias, vegetais, maçã, bagas e chã verde; e compostos de Allium, que são encontrados na cebolilha, cebola, alho e alho-poró.

Antioxidantes: os antioxidantes são substâncias que ajudam a prevenir o câncer.

Itens como o betacaroteno, selênio e vitamina C e E são eficientes para prevenir essa doença.

Esses alimentos impedem a oxidação das células, a qual causa danos à nossa saúde.

Vitaminas e minerais: são um grupo muito importante, principalmente quando falamos do cálcio, vitamina D e as vitaminas do grupo B, que estão presentes em alguns alimentos.

Fibra alimentar: a fibra é um item que ajuda a dar consistência às vezes, movendo a comida mais rapidamente no sistema digestivo.

Alimentos com fibra potencializam nossa digestão. São alimentos como o pão integral, massas, frutas e verduras, grãos integrais e legumes.

Proteína: como proteína animal, podemos consumir alimentos como as carnes de aves, peixe, bife, frutos do mar, ovos e produtos lácteos.

Você deve evitar carnes vermelhas e processadas, pois potencializam o risco de câncer.

Que tipo de câncer esses alimentos previnem?

Produtos à base de plantas: quando falamos nos alimentos à base de plantas, podemos dizer que as frutas e verduras podem tratar vários tipos de câncer, como o câncer de cabeça e pescoço, câncer de estômago, câncer de esôfago, câncer de pâncreas, câncer de pulmão e câncer de próstata.

Isso significa que consumir mais produtos como frutas e verduras pode fazer com que você tenha menos chances de sofrer dessa doença horrível por vários motivos.

Foram feitas pesquisas pelo Instituto Americano de Pesquisa do Câncer (AICR) e pelo Fundo Mundial para Pesquisas do Câncer (WCRF), institutos sérios e bem confiáveis.

Alimentos de origem vegetal: os alimentos de origem vegetal usados para a pesquisa foram vários.

Alguns deles são a couve-flor, o brócolis, o repolho, a couve-de-bruxelas, o repolho chinês e o repolho verde.

Esses vegetais se mostraram efetivos no combate do câncer de cabeça e pescoço, câncer de esôfago e câncer de estômago.

Licopeno: trata-se de um carotenoide encontrado no tomate, melancia, damasco e toranja rosa.

O consumo constante de licopeno faz com que possamos nos prevenir de câncer de pulmão, câncer de estômago, câncer de próstata, câncer de cólon, câncer bucal e câncer de esôfago.

Não foi encontrado uma evidência concreta dos benefícios desses itens para prevenir o câncer, mas há uma sugestão de que funciona.

Feijão de soja: é um item cheio de fitoquímicos. De acordo com estudos, esse feijão ajuda a proteger a pessoa de alguns tipos de câncer. Consumir soja então é um item muito recomendado para quem não quer sofrer câncer.

Cálcio e vitamina D: foi feito um estudo grande com várias mulheres que passavam pela menopausa e eram bem nutridas. Essas mulheres consumiram suplementos de cálcio e vitamina D, mas os suplementos não afetaram o número de mais diagnósticos de câncer de cólon.

Folato: o folato é um tipo de vitamina B que pode ser encontrados em alguns alimentos, como os vegetais de folhas verdes, frutas e sucos de frutas e feijões secos e ervilhas.

Você pode encontrar o ácido fólico, uma forma de folato, em suplementos e em produtos enriquecidos com a substância, como os pães e os cereais.

De acordo com estudos, as pessoas que têm menor taxa de folato podem ter mais chances de sofrer de câncer de mama, câncer de cólon e também câncer dee pâncreas.

Ainda assim, é necessário fazer mais estudos para comprovar a relação.

Multivitaminas: as multivitaminas são itens que podem reduzir o risco de câncer, mesmo não havendo nenhuma evidência comprovada.

De acordo com um estudo, foi comprovado que pessoas que tomaram multivitaminas por mais de 10 anos tiveram menos aparecimento dos pólipos.

É preciso esperar mais estudos, mas você pode se apostar nas multivitaminas para se beneficiar.

É possível que você consiga bons resultados.

Selênio: o selênio é um item que não pode faltar no nosso consumo, pois foi comprovado que ele ele foi eficaz na redução de determinados tipos de câncer.

O selênio não impediu que pessoas com câncer de pele tivessem um segundo câncer, mas reduziu os casos de câncer de próstata, câncer de pulmão e câncer colorretal.

Entretanto, você precisa ter cuidado com o diabetes ao consumir os suplementos de selênio, pois há uma relação sugerida por alguns estudos.

Vitamina C: foram feitos estudos sobre a relação da vitamina C com a diminuição da aparição do câncer de estômago.

Verificou-se que é possível que a vitamina C reduza as chances de uma pessoa sofrer câncer de estômago, mas os resultados não foram consistentes.

Vitamina E: foi descoberto, através de um grande ensaio clínico, que pessoas que tomaram vitamina E acima do normal tiveram um risco aumentado de câncer de próstata.

Portanto, tome bastante cuidado para não consumir essa vitamina em níveis elevados.

Fibra alimentar: foi descoberta uma relação que mostra que o consumo de fibras nos alimentos pode reduzir a aparição de vários tipos de câncer, em especial de câncer colorretal.

Proteína: segundo vários estudos realizados, a carne vermelha está relacionada com o risco aumentado de uma pessoa sofrer de câncer colorretal.

Mas o mais importante é não comer carnes processadas como a salsicha, o bacon e o salame, pois eles estão bastante relacionados com a aparição de câncer colorretal.

Se não conseguir cortar totalmente a ingestão desses alimentos, consuma eles como uma exceção e não com uma regra.

Obesidade e câncer

A obesidade está relacionada com a aparição de vários tipos de câncer, e para não se tornar obeso é preciso diminuir o consumo de determinados alimentos e bebidas.

Você deve evitar bebidas açucaradas, sendo quentes ou frias, produtos lácteos integrais, como o leite ou mesmo o queijo integral, alimentos ricos em gordura, como a pele de frango frito, pato, bacon, presunto, salsicha, hambúrgueres, cachorros-quentes e outros itens.

É importante que você conheça o seu peso e saiba dizer se ele está afetando sua saúde ou trazendo risco de câncer. Você pode consultar um médico para saber de tudo isso.

Mais textos relacionados
Couve e seus benefícios
pe de couve

A couve é um dos produtos naturais mais conhecidos e apreciados no mundo, principalmente por causa do seu gosto em Read more

Melão e seus benefícios
fruta melão

Quando perguntam às pessoas quais são suas frutas preferidas, é capaz que muitas delas digam que uma das suas frutas Read more

Cacau e seus benefícios
cacau

Nós conhecemos bastante o cacau por causa do chocolate, um alimento que é feito com esse produto natural. É até Read more

Beneficios Spirulina
pó de spirulina

A Spirulina é um item do qual muito se fala no mundo, por conta da enorme quantidades de benefícios que Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

chá para infecção urinaria