Bacuri

O bacuri é o fruto de uma árvore chamada de bacurizeiro, muito conhecida na região amazônica do Brasil.

É um fruto tipicamente brasileiro que ganhou os salões de festa da alta sociedade brasileira do século XX graças ao famoso barão do Rio branco.

Ele é símbolo de uma época muito importante para a diplomacia brasileira

Sabe-se que o barão de cocais, figura política muito importante em meados dos anos de 1900, usava em seus banquetes que oferecia a seus convidados a fruta bacuri.

Ele introduziu essa fruta nos banquetes para mostrar as belezas de nosso país para os visitantes.

O bacuri é uma fruta com gosto e cheiro de flor

Características do bacuri

O nome científico do bacuri é Platonia insignis

O bacurizeiro é uma árvore forndosa, grande, chegando até 40 metros de altura e até 2 metros diâmetro.

Além da Amazônia onde é muito famosa, também é encontrada em outros biomas como o Cerrado nos Estados do Maranhão e Piauí

No passado era reconhecida apenas por sua madeira e não pelo seu fruto, utilizam a sua madeira para contruri embarcações.

A polpa do bacuri é chamada de “língua” na Amazônia.

As folhas tem as bordas ligeiramente onduladas e a copa parece um cone invertido

As suas flores quando nascem são rosas

A produção do bacuri se dá entre os meses de dezembro a abril

Como é uma árvore muito alta fica quase impossível tentar colher seus frutos manualmente, por isso o bacuri só é colhido quando cai da árvore.

Também por ser uma árvore muito alta dificulta distinguir quando as frutas estão no ponto da colheita.

Outra questão que faz dessa fruta uma raridade é que além dos frutos serem colhidos na época em que a árvore quer, a quantidade produzida por cada árvore é muito pequena, em média apenas 400 frutos por árvore.

Um detalhe final é qe a polpa do bacuri representa apenas 12% da fruta, o restante é caroço e casca

A média de um bacurizeiro dá seus frutos é depois do 10 anos de idade, espera-se muito tempo para colher o fruto dessa árvore.

Por esses detalhes dá para se ter uma ideia de como o fruto dessa árvore é especial.

Curiosidade

O bacuri era ofertado nos banquetes da alta sociedade pelo barão de Rio Branco como já foi mencionado, mas a sua fama não parou por aí.

Quando a rainha Elizabete da Inglaterra visitou o nosso país em 1968 a Confeitaria Colombo ofertou a ela como sobremesa o sorvete de bacuri.

Diz que ela gostou tanto do doce que fez questão de pedir mais para levar para o seu país de origem.

A confeitaria fez questão de mandar para ela muitos litros do sorvete de bacuri

A fama do bacuri se tornou

Assim como foi com o açaí e com o cupuaçu que romperam fronteiras e hoje são consumidos em todo o Brasil e até em outros países, há quem acredita que o bacuri possa ser outra promessa de expansão.

O seu valor de mercado vale a pena para o produtor, mas infelizmente a dificuldade em sua produção talvez seja o que ainda não deixou essse sonho se tornar realidade

O que se pode fazer com o bacuri

Com o bacuri dá para fazer muita coisa além do famoso sorvete citado anteriormente.

Dá para fazer sucos, geleais, doces e licor.

Também é feito um óleo com base na semente desse fruto e com ele muitas pessoas usam medicinalmente como anti-inflamatório e cicatrizante

Também vale ressaltar que a indústria cosmética já está utilizando dessa fruta.

 

FONTE DE PESQUISA

www.cerratinga.org.br/bacuri/

Programa “Um pé de Quê? Endereço eletrônico “https://www.youtube.com/watch?v=fCvU0W1-auc”

https://revistagloborural.globo.com/vida-na-fazenda/como-plantar/noticia/2015/12/como-plantar-bacuri.html

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*