27 de junho de 2022

Chá de agnus casto

Agnus casto é um arbusto nativo do Mediterrâneo e da Ásia Central. Este tem longas folhas em forma de dedos, flores azul-violeta e frutos roxos escuros. Tanto a semente quanto a fruta podem ser usadas o famoso chá de agnus casto, consumido principalmente para problemas no ciclo menstrual.

O agnus casto é comumente tomado por via oral para condições relacionadas à síndrome pré-menstrual e ao transtorno disfórico pré-menstrual. Também é muito consumido para seios “encaroçados” e muitas outras condições.

Uso e eficácia do chá de agnus casto

O chá de agnus casto parece atingir diretamente a diversos hormônios que estão envolvidos no ciclo reprodutivo das mulheres.

Transtorno disfórico pré-menstrual

Algumas pesquisas mostram que o chá de agnus casto pode funcionar tão bem quanto a fluoxetina prescrita, o medicamento alopático que chamamos de Prozac.

Essa planta, ao que parece, age mais eficazmente na amenização dos sintomas físicos, tais como sensibilidade mamária, inchaço e cãibras.

Já a fluoxetina atua mais efetivamente no sentido do humor depressivo, quando a mulher se sente nervosa ou se sente um tanto quanto descontrolada.

Síndrome pré-menstrual

Em outras pesquisas, temos a comprovação de que a ingestão do chá de agnus casto diminui alguns sintomas.

Isso em especial nas dores ou na sensibilidade mamária, na depressão momentânea ou mau humor, nos acessos de raiva e até de dor de cabeça.

Outros benefícios do chá de agnus casto

Sangramento causado por um dispositivo intra-uterino

O uso do chá de agnus casto por 3 vezes diariamente pode reduzir o sangramento causado por um dispositivo intra-uterino.

Infertilidade

Os efeitos do agnus casto na fertilidade se dão no auxílio aquelas mulheres que não produzem progesterona suficiente.

Dor no peito

O consumo regular desse chá contribui no alívio da dor na mama.

Outras condições

  • Acne.
  • Aumento da lactação.
  • Demência.
  • Próstata aumentada.
  • Dor nos olhos.
  • Insônia.
  • Sintomas típicos da menopausa.
  • Nervosismo.
  • Prevenção do aborto.
  • Inchaço.

Receita de chá de agnus casto

Uma receita simples do chá de agnus casto pode ser feita da seguinte maneira:

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de agnus casto.
  • 600 ml de água.

Modo de preparo:

  1. Leve a água e a planta ao fogo.
  2. Deixe ferver por 4 ou 5 minutos, contando do instante em que começar a ebulição.
  3. Após a fervura, desligar o fogo e deixar descansando por aproximadamente 15 minutos.
  4. Coe o chá e beba até 2 xícaras diariamente.

Advertências e precauções no uso

O uso do chá de agnus casto pode afetar determinados hormônios, portanto, não é aconselhável o consumo na gravidez e na amamentação.

Condições sensíveis à hormônio, tais como:

  • Endometriose.
  • Miomas uterinos.
  • Útero ou ovário.
  • Câncer de mama.
  • Interferência nos níveis de estrogênio.

O agnus casto contém determinadas substâncias químicas que interferem no cérebro, não sendo aconselhável para quem possui Mal de Parkinson.

O chá de agnus casto parece afetar uma substância química no cérebro chamada dopamina. Determinados medicamentos usados em transtornos mentais contribuem para a diminuição dessa substância.

Portanto, tomar esse chá poderá afetar diretamente no tratamento para certas doenças mentais.

Mais textos relacionados
Os benefícios do chá de alfavaca
pé de alfavaca

A alfavaca ( Ocimum gratissimum, L. ) conhecida popularmente como manjericão, é bastante cultivada na Índia, sendo usada para fins Read more

Chá de urtiga: Saiba tudo sobre seus benefícios

A urtiga é uma plantinha muito conhecida no nosso país, a depender de sua idade e de onde nasceu provavelmente Read more

Hibisco

O chá de hibisco é feito de uma plantinha nativa da África e da América e faz muito sucesso por Read more

6 benefícios científicos do chá e extratos de hortelã

A famosa hortelã é uma plantinha muito aromática e muito conhecida por nós brasileiros, o seu uso não se restringe Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

chá para infecção urinaria