2 de julho de 2022

CHÁ DE MALVAÍSCO

Principais benefícios do chá de malvaísco

O malvaísco possui uma grande quantidade de nutrientes, como carotenos, óleos essenciais e vitaminas A, B1, B2 e C. As sementes secas são ricas em gorduras e proteínas.

Além disso, é uma planta estimulante e sudorífica, podendo ser consumida para dar ânimo e energia.

Além de problemas digestivos, o malvaísco é utilizado para curar:

  • catarro, tosses;
  • infecção intestinal,
  • bronquites;
  • faringites;
  • hemorroidas;
  • pedras no rim;
  • inflamações na pele;
  • úlceras na boca;
  • acne;
  • queimaduras;
  • infecções da bexiga e
  • diminuir os níveis de açúcares no sangue.

A raiz também é utilizada para bebês e crianças mastigarem, para amolecer, desinflamar as gengivas e ajudar na dentição.

O chá também é calmante, sendo utilizado para tratar ansiedade, angústia e depressão.

Um dos maiores benefícios é o bem que faz para o cérebro, concentração e memória, devido a sua constituição que contém vitamina B7, que é responsável por participar da produção de acetilcolina.

O extrato da planta também é utilizado em cremes e loções para o tratamento de inflamações na pele, como dermatites de contato e eczemas. Para nutrir os cabelos, é usado como enxaguante.

As folhas de malvaísco podem ser utilizadas e cozinhadas em sopas e saladas, já que são muito nutritivas para mulheres em fase de amamentação, pois estimulam a produção de leite.

Também são extremamente úteis em compressas para tratar mamilos doloridos e gretados.

Atualmente o malvaísco pode ser encontrado em lojas de produtos naturais.

Contraindicações do chá de malvaísco

O uso é contraindicado para indivíduos que estejam tomando outro tipo de medicação, devido a abundância de mucilagem, que diminuiu a capacidade de absorção de outros medicamentos pelo organismo humano.

Também é contraindicado durante a gravidez.

Para pacientes diabéticos, a planta deve ser utilizada com orientação médica, já que pode alterar efeitos de medicamentos e níveis glicêmicos.

Origem do chá de malvaísco

Não é de hoje que o malvaísco, de nome cientifico Althaea officinalis, vem sendo usado para propriedades medicinais.

Originário da Europa e Ásia Ocidental, acredita-se que é uma planta usada há mais de dois mil anos.

No Império Romano e no Império Chinês, por exemplo, era comum utilizar o malvaísco como fonte de alimento.

O malvaísco também era utilizado desde a antiguidade para tratar problemas digestivos, como úlcera, gastrite e colite.

Na Idade Média, era plantado nos jardins dos mosteiros e utilizado pelos monges para fins terapêuticos.

O malvaísco pode atingir dois metros de altura, cresce geralmente em lugares úmidos e as suas folhas possuem uma forma oval.

As raízes, folhas e flores do malvaísco – que também é conhecido como valva-veludo, malva-branca, malva-do-pântano, douradinha e douradinha-do-campo – podem ser usadas para fazer um chá calmante, de sabor suave e coloração verde clara.

O chá tem o poder de aliviar indigestão, dor na bexiga, tosse, dor de garganta e outras inflamações.

No caso da indigestão, é importante ressaltar que as raízes e folhas do malvaísco contêm mucilagem e quando combinados com água resultam em um tipo de gel gorduroso.

Esse gel ‘cola’ no revestimento epitelial do estômago, criando uma proteção que alivia irritação e inflamação, além de proteger contra a indigestão.

Como preparar o chá de malvaísco

Chá com folhas

  1. Em uma panela deposite um litro de água e leve ao fogo até ferver.
  2. Depois, acrescente as folhas já lavadas e picadas.
  3. Deixe descansar por cerca de 20 minutos e, em seguida, coe e consuma.
  4. Adoce a gosto com mel ou açúcar.

A porção aconselhada é de até cinco xícaras por dia.

Chá com a raiz seca do malvaísco

  1. Coloque água para ferver;
  2. em seguida, acrescente a raiz picada ou cortada.
  3. Deixe ficar em infusão durante 30 minutos.
  4. Depois é só coar e aquecer a gosto, mas sem deixar voltar a ferver.

Para dores de garganta

  1. Deposite em uma panela cinco colheres de sopa das folhas de malvaísco picadas e reserve.
  2. Em seguida leve uma xícara de água ao forno e aguarde até começar a ferver.
  3. Depois adicione as folhas e tampe, deixando descansar por aproximadamente 10 minutos.
  4. Depois é só coar e consumir.

Faça gargarejo durante três minutos deixando o líquido encostar na garganta.

Repita o processo quantos dias forem necessários.

Para cicatrização

Molhe um pano limpo no chá e aplique várias vezes ao dia sobre as feridas, na pele ou na boca.

Curiosidade

Marshmallow

No começo, o marshmallow era feito a partir do malvaísco e chegou à França em meados do século XIX.

Trata-se de uma sobremesa macia e esponjosa feita da raiz da planta, açúcar, água e clara de ovo.

Depois, alguns fabricantes começaram a substituir a raiz da planta por gelatina, criando uma forma mais estável para o doce.

Mais textos relacionados
Os benefícios do chá de alfavaca
pé de alfavaca

A alfavaca ( Ocimum gratissimum, L. ) conhecida popularmente como manjericão, é bastante cultivada na Índia, sendo usada para fins Read more

Chá de urtiga: Saiba tudo sobre seus benefícios

A urtiga é uma plantinha muito conhecida no nosso país, a depender de sua idade e de onde nasceu provavelmente Read more

Hibisco

O chá de hibisco é feito de uma plantinha nativa da África e da América e faz muito sucesso por Read more

6 benefícios científicos do chá e extratos de hortelã

A famosa hortelã é uma plantinha muito aromática e muito conhecida por nós brasileiros, o seu uso não se restringe Read more

chá para infecção urinaria