24 de junho de 2022

Chá de verbena

A verbena, cujo nome científico é Verbena officinalis, chama a atenção no verão quando suas flores estão abertas.

Mas além de ser uma planta agradável de se olhar, ela ainda possui benefícios para a saúde do corpo e da mente, de modo que a pessoa que a consome por meio do chá normalmente fica muito satisfeita com o resultado.

Este texto tem o objetivo de instruir o leitor acerca do chá de verbena, mostrando um panorama sobre o chá, ou seja, apresentando todas as qualidades e os defeitos dessa infusão aclamada por muitos.

Se quer conhecer tudo isso, acompanhe o artigo.

Benefícios do chá de verbena

A verbena é uma planta poderosa e cheia de benefícios muito especiais para determinadas pessoas.

Entre as propriedades da verbena se encontram o fato de ser sedativa, antiespasmódica, diurética, analgésica, sudorífica, hepatoprotetora, expectorante e emenagoga.

Abaixo você encontra os detalhes de algumas dessas e de outras propriedades.

  1. Expectorante: devido a esse efeito, o chá de verbena é muito indicado para quem sofre constantemente de gripes e resfriados. Além disso, tem propriedade diaforética, a qual ajuda na redução da febre.
  2. Sedativa: No campo da mente, o chá de verbena tem capacidade de reduzir estados de nervosismo, estresse ou de ansiedade, fazendo com que tanto o corpo quanto a mente fiquem relaxados e tenham um descanso merecido.
  3. Hepatoprotetora: Os benefícios hepatoprotetores são capazes de purificar o fígado e ajudam no tratamento de inflamações hepáticas, icterícias e também problemas que têm relação com a vesícula biliar. Se você sofre de algum desses males, o chá de verbena é altamente indicado.
  4. Analgésica: Se você sofre dos mais diversos tipos de dores, como dor de cabeça ou dor muscular, o chá de verbena pode ser utilizado para diminuir esses sintomas, graças às suas propriedades analgésicas. Se você tem problemas de enxaqueca, aquela dor de cabeça constante e forte, também vai se beneficiar com o uso do chá de verbena.
  5. Digestiva: O chá de verbena contém componentes que o tornam uma bebida que auxilia nas digestões lentas e pesadas, fazendo com que elas ocorram de maneira correta, sem prejudicar o organismo.
  6. Diurética. O chá de verbena é muito bom para quem sofre de retenção de líquidos, que acabam causando problemas como o inchaço abdominal. Esse efeito é proporcionado porque a verbena é uma planta diurética, e, portanto, ajuda na eliminação do excesso de líquidos no corpo. Os efeitos diuréticos ainda beneficiam os rins.
  7. Antioxidante:. Quem toma o chá de verbena percebe, além de todos os benefícios que já foram ditos acima, uma pele mais bonita e menos envelhecida. Isso acontece porque o chá contém antioxidantes, que são muito eficazes na eliminação dos radicais livres, que causam o envelhecimento prematuro, alguns tipos de cânceres e várias outras doenças.
  8. Emenagoga. O chá de verbena é emenagogo, ou seja, promove a menstruação. Dessa forma, é indicado para mulheres que menstruam muito pouco.

  9. Bucal: Usado externamente, como enxaguante bucal, o chá de verbena é eficaz para tratar problemas nos dentes, como cáries, e na gengiva, como gengivite. Sem dúvida é um ótimo remédio natural para quem busca combater esses problemas de saúde.
  10. Problemas na pele: Ainda usando externamente, a pessoa que consome o chá de verbena pode se beneficiar no tratamento de eczema, furúnculo e queimaduras.

Contraindicações

Mas nem tudo são flores, afinal, assim como a maioria ou até mesmo a totalidade das plantas, há as contraindicações.

No caso da verbena, certos grupos de pessoas não podem consumir o chá ou devem consumir em quantidades menores.

Abaixo, você encontra as contraindicações e os efeitos colaterais desse chá.

Em quantidades adequadas, o chá de verbena não costuma fazer mal, já que ele é uma bebida considerada segura para a saúde.

Entretanto, não deve ser administrado para pessoas menores de 12 anos e para grávidas, uma vez que, nesse último caso, pode provocar danos ao embrião ou até mesmo um aborto espontâneo.

Outras reações anômalas também são possíveis, portanto, para essas mulheres é totalmente desaconselhável tomar esse chá.

Pessoas com hipotireoidismo também não devem consumi-lo.

Atenção

Neste mesmo texto o chá de verbena foi descrito como “forte” e foi apresentado uma razão para que ele seja considerado benéfico.

Entretanto, essa mesma “força” pode ter um efeito negativo, visto que, se você consome esse chá em excesso ou por mais de 2 semanas seguidas, é provável que diversos efeitos negativos te acometam.

Por isso, o recomendado é que, depois de tomar o chá de verbena nas quantidades recomendadas por 2 semanas seguidas, você deve deixar de tomá-lo por duas semanas ou mais, para só então voltar a beber.

Dessa forma, os riscos de consumir esse chá são minimizados e você pode ter uma melhor qualidade de vida.

Mais textos relacionados
Os benefícios do chá de alfavaca
pé de alfavaca

A alfavaca ( Ocimum gratissimum, L. ) conhecida popularmente como manjericão, é bastante cultivada na Índia, sendo usada para fins Read more

Chá de urtiga: Saiba tudo sobre seus benefícios

A urtiga é uma plantinha muito conhecida no nosso país, a depender de sua idade e de onde nasceu provavelmente Read more

Hibisco

O chá de hibisco é feito de uma plantinha nativa da África e da América e faz muito sucesso por Read more

6 benefícios científicos do chá e extratos de hortelã

A famosa hortelã é uma plantinha muito aromática e muito conhecida por nós brasileiros, o seu uso não se restringe Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

chá para infecção urinaria