Cumaru

Nativa da região Nordeste do Brasil, o Cumaru, é hoje uma PANC com diversas utilizações na cozinha – desde que com cautela (ver em Cuidados).

Por décadas, a planta era usada apenas para a extração de madeira (seu tronco) e, eventualmente, suas sementes eram empregadas na indústria cosmética e farmacológica.

A parte do Cumaru (Dipteryx odorata) utilizada na alimentação é a casca das sementes.

A PANC pode ser consumida em forma de farinha ou como bálsamo aromatizante em receitas, devido ao seu sabor marcante e adocicado, que se aproxima ao da baunilha.

Outros nomes populares dessa planta são: cambaru, amaru-ferro, champanha, cambaru-ferro. cumaru-da-folha-grande, cumaru-amarelo, cumaru-ferro, cumaru-escuro , cumaru-roxo, cumaru-rosa, cumbari, cumaru-verdadeiro, muirapagé, cumbaru-ferro.

Propriedades e benefícios do Cumaru

O Cumaru se destaca por ser rico em ácidos graxos que nutrem o organismo, como:

  • Ácido linoléico;
  • Ácido esteárico;
  • Ácido palmítico;
  • Ácido linolênico;
  • Ácido araquídico;
  • Ácido oléico;
  • Ácido lignocérico;
  • Ácido behênico.

Assim, essa planta traz diversos benefícios a nossa saúde, sendo os principais deles:

  • Alivia cólicas menstruais e uterinas;
  • Fortalece o coração;
  • É broncodilatadora, ajudando no alívio dos desconfortos da asma, sinusite, bronquite, gripes e resfriados;
  • Tem efeito diurético e reduz inchaços e toxinas;
  • Tem efeito anti-inflamatório para a pele e para o estomago;
  • Reduz dores em gerais, como musculares, reumáticas e dor de cabeça; entre outros.

O Cumaru na cozinha

Como mencionado, essa PANC tem se relevado, nos últimos anos, um excelente ingrediente aromático para dar um sabor especial às receitas.

A melhor forma de usar o Cumaru é na forma de farinha (que pode ser adquirida pronta) ou fazendo um xarope caseiro.

O xarope caseiro do Cumaru (vide receita abaixo) pode substituir a baunilha e outras especiarias.  

Preparo do Cumaru e receitas

1 – Xarope de Cumaru

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de cascas de Cumaru quebradas;
  • 1 xícara de chá de açúcar;
  • 1 xícara de água.

Modo de preparo:

  1. Misture as cascas de Cumaru com o açúcar.
  2. Leve ao fogo baixo e vá misturando e acrescentando a água aos poucos.
  3. Não pare de mexer até que obtenha ponto de xarope.
  4. Deixe o xarope esfriando, tampado por 2 horas.
  5. Depois, guarde em um recipiente fechado no refrigerador.
  6. O xarope pode ser usado como ingrediente para receitas sempre que quiser.

Dica: uma colher de café do xarope substitui 5 gotas de essência de baunilha.

2 – Chá de Cumaru

Ingredientes:

  • ½ meia xícara de chá da cascas de Cumaru;
  • 300 ml de chá de água.

Modo de preparo:

  1. Coloque a água e as cascas de Cumaru para ferver.
  2. Deixe fervendo por 5 minutos.
  3. Desligue o fogo e abafe a infusão por 10 minutos.
  4. Espere amornar e coe.

3 – Pudim de leite com Cumaru

Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado;
  • 2 colheres de café de xarope de Cumaru;
  • 4 ovos;
  • 1 caixa de creme de leite;
  • 1 xícara de chá de leite morno;
  • 1 xícara de chá de açúcar.

Modo de preparo:

  1. Leve ao fogo médio o leite condensado e o creme de leite, mexendo até que esquente – não deixar ferver.
  2. Adicione o xarope de Cumaru, mexa bem e desligue o fogo. Reserve.  
  3. Em um recipiente, bata ligeiramente os ovos, até misturar as claras com as gemas.
  4. Junte os ovos batidos à mistura feita no fogo e reserve.
  5. Agora, faça um caramelo com o açúcar em uma panela.
  6. Cubra um refratário de alumínio com o caramelo.
  7. Distribua o pudim pelo refratário.
  8. Cozinhe o pudim em banho-maria (tampado), a 160 º C, por 50 minutos.
  9. Espere esfriar e leve ao refrigerador por 6 horas.
  10. Desinforme.

Cuidados com o consumo do Cumaru!  

É preciso cuidados ao consumir essa PANC, isso porque em excesso ela pode causar intoxicação.

Não se recomenda consumir mais do que 1 litro de chá de Cumaru por dia, nem mais de 5 colheres de sopa do xarope por dia.

Deve-se evitar o consumo do Cumaru:

  • Gestantes;
  • Lactantes;
  • Crianças com menos de 3 anos de idade;
  • Pessoas com problemas ou doenças do fígado.
Mais textos relacionados
Feijoa

A Feijoa (Acca sellowiana) é uma PANC requisitada nos últimos anos. Isso se deve ao seu alto potencial nutritivo e Read more

Plantas Alimentícias Não Convencionais

Nos últimos anos, as PANCS (Plantas Alimentícias Não Convencionais) começaram a ganhar destaque na gastronomia e também na saúde, pelas Read more

Arumbeva

A Arumbeva (Opuntia elata Salm-Dyck) é mais uma PANC rica em propriedades nutricionais e que, há muito tempo, era usada Read more

Baru

O Baru (Dipteryx alata) é conhecido também como camaru e sua parte mais consumida é o interior de seus frutos, Read more