Inalações

As inalações são maneiras muito eficientes de usufruir de ervas e plantas medicinais.

Usadas desde a antiguidade, as Inalações podem ser feitas a partir de infusões concentradas de ervas com propriedades fitoterápicas.

Ainda, podem ser usados aparelhos específicos de uso doméstico (inaladores ou vaporizadores) – no entanto, esse procedimento é mais moderno e considerado uma vaporização.

As Inalações realmente funcionam?

Sim, como mencionado, esse procedimento é bastante antigo.

As Inalações, em geral, são feita para aliviar sintomas e ajudar no tratamento de problemas respiratórios e aéreos (embora tenham outras indicações).

As Inalações com ervas medicinais, no entanto, devem ser preparadas e empregadas das formas adequadas e com as plantas e demais ingredientes indicados para cada tipo de problema.

Inalações podem fazer algum mal à saúde?

Em geral, não.

No entanto, como tudo o que envolve a saúde, é preciso se atentar ao emprego indiscriminado das Inalações.

Especialistas recomendam que as Inalações com ervas apropriadas e foro fisiológico podem ser feitas até 5 vezes ao dia.

Passando do limite indicado pode ocorrer ressecamento ou mesmo irritação das membranas nasais.  

Já a inalação que contém medicamento, deve ser realizada conforme a orientação médica.

Inalações caseiras eficazes e fáceis de fazer

1 – Inalação com guaco para gripes e resfriados

Essa inalação ajuda a expectoração e alivia a congestão nasal, além de ser vasodilatadora – o que pode ajudar também em casos de asma, sinusite e bronquite.

Pode fazer o procedimento todas as noites, antes de dormir.

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de folhas de guaco frescas;
  • 1 litro de água.

Modo de fazer:

1 – Ferva as folhas da erva com na água.

2 – Passe o conteúdo para uma bacia.

3 – Inale o vapor da mistura por 15 minutos ou até esfriar a água.

2 – Inalação com hortelã para tosse seca

É comum que alergias e, em especial, em épocas de pouca chuvas, a tosse seca ataque.

Nesse caso, Inalações como a com hortelã costumam aliviar muito esse incomodo.

Isso porque essa erva tem propriedades antitussígenas e por meio da inalação, essas substancias da planta entram diretamente em contato com as vias aéreas.

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de hortelã fresca ou seca;
  • 1 litro de água.

Modo de fazer:

1 – Ferva bem a hortelã na água e passe o conteúdo ainda quente para uma bacia.

2 – Inale o vapor até que ele cesse.

3 – Pode fazer a inalação mais de 1 vez ao dia, mas se for sair de casa, espere pelo menos umas 2 horas após o procedimento.

3 – Inalação com camomila e melissa

Essa inalação serve tanto para aliviar sintomas de problemas respiratórios, como para acalmar, sendo uma excelente opção para aquelas pessoas que tem dificuldade de dormir.

Recomenda-se fazer à noite, devido a sensação de relaxamento.

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de camomila seca ou 4 sachês;
  • 2 colheres de sopa de melissa seca ou 1 sachê;
  • 1 litro de água.

Modo de fazer:

1 – Assim como funciona com as outras Inalações, ferva os ingredientes.

2 – Passe o conteúdo para uma bacia.

3 – Inale o vapor.

4 – A inalação pode ser feita todas as noites, no entanto, não substitui tratamento médico no caso de insônia.

Mais textos relacionados
Pinheiro e seus benefícios

O pinheiro é provavelmente a árvore mais conhecida no mundo, possuindo muitas espécies ao redor do globo e estando presentes Read more

benefícios da babosa

A aloe Vera é uma planta bastante conhecida em nosso país, popularmente é chamada de babosa. Por morarmos terras tropicais Read more

Arnica ajuda na dor? Veja o que a ciência diz

A arnica é uma planta muito popular há diversos séculos e utilizada por diversos povos, não apenas por nós brasileiros. Read more

Unguentos

Os Ungentos de ervas e plantas medicinais também são conhecidos como bálsamos; São usados há séculos e tem emprego externo Read more