24 de junho de 2022

Receita caseira para curar soluço

Os soluços são realmente uma preocupação, mas às vezes não passa de um incômodo sem maiores problemas. A maioria de nós já os teve antes de nascer e continuaremos a tê-los ocasionalmente até o final dos tempos. Por quê? Ninguém realmente sabe? 

Alguns cientistas acreditam que os soluços são o último vestígio de um reflexo primitivo que já teve alguma utilidade no passado. Qual é a causa? A lista de explicações é quase infinita, mas os médicos atribuem isso principalmente à alimentação rápida demais e à aerofagia. O que parece lógico. 

O que são soluços?

O soluço é uma contração súbita e involuntária dos músculos inspiratórios (intercostal e diafragma) que termina em um fechamento da epiglote, produzindo um “obstáculo” característico. Ocorre mais frequentemente em homens do que em mulheres. A frequência dos soluços é muito variável (de 4 a 60 por minuto).

E por mais surpreendente que pareça, o corpo humano tem um centro de soluço, localizado entre a terceira e quinta vértebras cervicais. É a estimulação dos nervos que vão para este centro que causa esse incômodo. E, ao contrário dos reflexos de tosse, espirros e vômitos, os soluços não parecem ter uma função protetora ou útil.

O que geralmente causa soluços?

As causas dos soluços são numerosas. Dentre elas:

  • Distensão do estômago causada por uma refeição grande, fast food ou líquido ingerido rapidamente;
  • Bebidas carbonatadas;
  • Aerofagia (ingestão de ar durante a refeição);
  • Os médicos acreditam que a distensão gástrica pode estimular os nervos do estômago que vão para o centro dos soluços, ou irritar o diafragma; 

    Mudança repentina de temperatura (beber muito frio ou muito quente, mudar imediatamente de um lugar frio para um lugar quente, ou vice-versa), tornando o centro do soluço hipersensível;
  • Excesso de fumo (mais de um maço por dia). A tosse causada pelo fumo irrita o diafragma;
  • Ingestão excessiva de álcool que pode distender o estômago e neutralizar os inibidores naturais de soluços no cérebro. 
  • Doença gastrointestinal (refluxo gastroesofágico, obstrução ou inflamação do esôfago, tumor no peito, doenças do estômago, pâncreas e vesícula biliar);
  • Envolvimento do sistema nervoso central (doença de Parkinson, tumor, hemorragia ou trombose cerebral);
  • Causas tóxicas ou metabólicas (diabetes, insuficiência renal, alcoolismo);
  • Irritação do diafragma (infarto, abscesso sob o diafragma, hérnia de hiato, baço dilatado);
  • Cirurgia abdominal.

Alguns remédios caseiros para ajudar a curar o soluço e o que não fazer

Você provavelmente se lembra de uma ocasião em que teve soluços por vários minutos, até sentir náuseas? Fazer passar era tudo o que você desejava, não é?

Remédios contra soluços existiam desde a antiguidade e agora existem centenas, se não milhares. Eles aumentam o nível de dióxido de carbono no sangue ou interrompem os impulsos nervosos que causam o espasmo. 

Eles são um problema? Alguns médicos afirmam que isso não importa que não devemos nos preocupar tanto, já que a maioria dos soluços para depois de alguns minutos. Salvo nos casos em que o incômodo não cessa, e no qual se deve procurar um especialista, temos às mãos algumas dicas de receitas caseiras para ajudar a findar os chatos soluços.

A cura infalível: Um dos melhores remédios é engolir uma colher de chá de açúcar. Ele para os soluços em poucos minutos. Ao reagir na boca, o açúcar provavelmente modifica os impulsos nervosos que causam a contração espasmódica do diafragma.

Garantir a deglutição: Para parar os soluços, tome um bom e grande gole d’água, se incline para frente e beba a água de cabeça para baixo.

Não tome medicação: Algumas pessoas acreditam que os tranquilizantes vão parar os soluços. É completamente inútil e, além disso, é perigoso (exclua a exceção).

Não induzir o vômito: Provocar o engasgo é eficaz, mas evite vomitar, já que as regurgitações podem entrar nos brônquios e isso é perigoso.

Evite tomar substâncias nocivas: Ao contrário de algumas coisas antigas, você deve absolutamente evitar respirar ou ingerir substâncias nocivas, como amônia, vinagre e éter.

Estimular a garganta: Estimulação do palato altera os impulsos nervosos do centro de soluços, que pode pará-los de vez (Estalar vigorosamente língua, chupar sorvete ou gelo, etc.).

Desvie a atenção: Muitas vezes, um susto quando se está distraído pode ser a solução prática e rápida de curar o soluço.

Mude sua respiração: O princípio é inalar tanto dióxido de carbono quanto possível. De fato, parece que o CO2 diminui a frequência de soluços.

Comprimir o diafragma pode ajudar a parar as contrações que causam soluços.

Quando você começar a sofrer com esse chato incômodo que tanto atrapalha às vezes, é só tentar uma das dicas que demos acima e comprovar que a eficiência dos métodos é certa!

Mais textos relacionados
Receita caseira para enxaqueca

Neste texto você conhecerá receitas caseiras para a enxaqueca que é uma das doenças mais comuns da atualidade, afetando principalmente Read more

Receita caseira para flacidez

A flacidez ocorre de forma natural com o passar dos anos, ou seja, quanto mais você envelhece, mais flácida sua Read more

Receita caseira para impotência sexual

A disfunção erétil é uma condição de disfunção fisiológica masculina que envolve muitas patologias diferentes.  É uma condição na qual Read more

Receita caseira para manchas no rosto
mancha na pele

As pessoas, à medida em que envelhecem, são expostas ao sol, ficam grávidas, tomam contraceptivos orais, sofrem de acne etc., Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

chá para infecção urinaria