Tintura de mil-folhas

Os princípios ativos de uma planta podem ser extraídos de diversas formas e um deles é a tintura.

Neste texto falaremos de forma breve quais são os benefícios do uso da tintura da planta chamada popularmente de mil-folhas.

O nome científico dessa planta é Achillea milleflolium L.

Popularmente também é conhecida por outros nomes como mil-em-ramas, novalgina, aquiléa, atroveran e erva-de-carpinteiro.

Para que serve a tintura da planta mil-folhas

O Formulário de Fitoterapia da Farmacopeia Brasileira traz os seguintes benefícios da tintura de mil-folhas:

  • Antidispeptico (indigestão);
  • Antiflatulento (contra os gases intestinais);
  • anti-inflamatório;
  • colerético (aumenta quantidade de bílis);
  • antiespasmódico (contra espasmos, cãibras)

Existem também outros benefícios que fazem parte da sabedoria popular como:

  • Ajuda no tratamento de doenças sexualmente transmissíveis;
  • abcesso;
  • acne;
  • feridas na pele
  • queda de cabelo;
  • cálculo renal;
  • hipertensão;
  • má circulação;
  • dor de cabeça;
  • falta de apetite
  • vômito.

Quem não deve usar

O ideal é sempre usar qualquer medicamento fitoterápico com indicação de um profissional.

Pessoas que apresentarem o menor sinal de alergia a planta mil-folhas devem suspender o uso imediatamente.

Gestante, lactantes e crianças com menos de 12 anos de idade não devem consumir a tintura de mil-folhas.

Pessoas alcoolistas e com diabetes também não devem fazer uso.

Segundo o Formulário de Fitoterapia da Farmacopeia Brasileira também quem tem úlcera gastroduodenais ou com oclusão das vias biliares.

Quem toma anticoagulantes e anti-hipertensivos também devem evitar.

Modo de usar

Siga as recomendações do fabricante ou siga a medida indicada que é de 5ml de tintura diluído em meio copo de água, três vezes ao dia entre as refeições.

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*