2 de julho de 2022

Chá de laranjinha do mato

O chá de laranjinha do mato é feito de uma planta nativa brasileira. De uso herbalístico tradicionalmente xamânico, a erva é pertencente a família das Rutaceae.

As suas folhas podem e devem ser usadas para tratar diversos tipos de afecções que afligem o organismo, o que desestabiliza a saúde geral.

Nesse artigo vamos ver quais são os benefícios que se tem ao consumir a bebida.

Veremos também como aplicar essas vantagens no caso de determinadas doenças.

Benefícios e propriedades do chá de laranjinha do mato

O chá de laranjinha do mato é preparado tendo como base essa erva, que é rica em diversos minerais e nutrientes.

A planta também possui propriedades medicinais de extrema importância para uma boa manutenção da saúde, mas três delas podem ser destacadas:

  • Anti-inflamatória;
  • Sudorífica;
  • Digestiva.

Tomando como base tudo o que esses princípios ativos podem fazer, podemos ressaltar os tratamentos que acontecem mais eficazmente:

  • Azia;
  • Atonia intestinal;
  • Infecções da garganta;
  • Dispepsia;
  • Diarreia;
  • Gases;
  • Reumatismo;
  • Cólica do intestino e estômago;
  • Febre intermitente;
  • Dores nos dentes;
  • Vômito;
  • Náuseas;
  • Tontura.

Receita de chá de laranjinha do mato

O chá de laranjinha do mato mais usual se faz com pedaços da casca, assim como de suas raízes.

Essas partes contêm os princípios mais ativos e podem contribuir melhor e de forma bem positiva para tratar diversos males.

Para isso, é preciso lembrar de amassar tudo antes de preparar a bebida.

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de cascas e raízes de laranjinha do mato;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

  1. Deixe a água ferver com a laranjinha do mato já amassada, até se iniciar o a ebulição.
  2. Logo em seguida, retire do fogo e coloque a infusão para descansar por aproximadamente 5 minutos.
  3. Após esse tempo, coe e beba morno.
  4. A recomendação é que o chá não seja adoçado de forma nenhuma. Mas, em caso de extrema necessidade, são preferidos os adoçantes naturais.

Não é indicado que se tome mais do que 3 vezes ao dia por conta do risco de reação à superdosagem.

Contraindicações e efeitos colaterais

Não é por que traz muitos benefícios para a saúde que essa planta também não carrega consigo alguns pontos negativos em suas ações.

Mesmo não sendo processado e passando por combinações químicas, como os medicamentos alopáticos, o chá de laranjinha do mato pode causar certas reações no organismo.

A indicação dessa erva é específica para um grupo determinado de pacientes.

Grávidas, mulheres em fase de amamentação, pessoas que sofrem de miastenia e também de neuropatias motoras não podem ingerir essa bebida.

Além disso, o cuidado com a quantidade diária consumida deve ser levada à risca para que não cause mais mal do que já se está sofrendo.

Com isso, jamais ultrapasse a dosagem que é indicada.

A intoxicação pode levar a pessoa a ter determinados sintomas, que são:

  • Taquicardia;
  • Hipotensão;
  • Apneia;
  • Morte;
  • Arritmias.
Mais textos relacionados
Os benefícios do chá de alfavaca
pé de alfavaca

A alfavaca ( Ocimum gratissimum, L. ) conhecida popularmente como manjericão, é bastante cultivada na Índia, sendo usada para fins Read more

Chá de urtiga: Saiba tudo sobre seus benefícios

A urtiga é uma plantinha muito conhecida no nosso país, a depender de sua idade e de onde nasceu provavelmente Read more

Hibisco

O chá de hibisco é feito de uma plantinha nativa da África e da América e faz muito sucesso por Read more

6 benefícios científicos do chá e extratos de hortelã

A famosa hortelã é uma plantinha muito aromática e muito conhecida por nós brasileiros, o seu uso não se restringe Read more

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

chá para infecção urinaria