Melão de São Caetano: você conhece?

O melão de São Caetano (Momordica charantia) é de origem asiática e também bem conhecida como “melãozinho” ou melão amargo.

Ele é comestível e também uma planta usada medicinalmente inclusive para fazer chá.

As folhas dessa planta eram usadas pelas lavadeiras para clarear roupas no passado.

Há diversos benefícios dessa planta comprovados outros são de uso popular ainda não comprovado.

Aparência

O cheiro da planta é forte e desagradável, enquanto as flores têm uma cor amarelo-pálidas ou brancas que você pode perceber que aparecem em cachos ou corimbos.

Os frutos, quando abertos, mostram as sementes no interior.

É difícil encontrá-la no Brasil?

Não, não é difícil, uma vez que essa planta está espalhada por quase todo o país.

As tribos do Amazonas utilizam essa planta para fins medicinais, tanto que o nome “erva das lavadeiras” vem dos benefícios de clarear as roupas e tirar as manchas.

Quais são os outros benefícios?

O melão de são Caetano carrega benefícios espetaculares para o corpo de quem o consome.

As pessoas que fazem uso desse ótimo remédio natural podem ter melhora nos quadros de:

Como você pode ver, os benefícios graças às propriedades do melão de são Caetano fazem com que ele seja indicado para tratar muitos dos problemas cotidianos de saúde.

Os benefícios para tratar o câncer

Há muitas buscas na internet pelo melão de São Caetano como cura para o câncer, infelizmente não é bem assim as coisas.

Realmente há estudos de laboratório que sugerem que essa planta poderia ser benéfica no tratamento de câncer.

Esses estudos aconteceram apenas em laboratório com quantidades concentradas de extrato de melão amargo e também em células individuais de um laboratório.

Por esse motivo é perigoso afirmarmos que essa planta cura câncer, pois ainda não há comprovações para tal.

Qual é a dose máxima indicada?

Cuidado para não exceder a dose indicada, pois isso pode levar a efeitos colaterais que logo serão falados.

A dose máxima indicada de chá de melão de são Caetano é de duas a três xícaras por dia e não use por mais de uma semana.

Sempre é indicado buscar auxílio de um profissional antes de consumir qualquer planta medicinal.

Como fazer chá de melão são caetano

Se você fizer o chá seco comprado em lojas especializadas é bem simples de ser feito, basta usar 2 colheres de sopa da erva para um litro de água.

Faça em infusão, ou seja, depois que a água levantar fervura acrescente as folhas e desligue o fogo.

Caso faça com as folhas frescas é difícil quantificá-las, mas caso consiga pique a mesma quantidade acima para um litro de água.

O sabor desse chá é muito amargo, mas para isso você pode misturá-lo com outros chás mais saborosos.

Efeitos colaterais e contraindicações

As sementes do melão de são Caetano são tóxicas, por isso não podem ser consumidas em grande quantidade.

Os efeitos colaterais são a queda da glicose no sangue, o aborto, no caso de a mulher estar grávida, e ação teratogênica.

O chá em excesso pode causar vômito e diarreia.

Se você está grávida ou amamenta, não pode consumir o chá de melão de são Caetano nem nenhum de seus compostos.

Isso também vale para quem é criança.

Também não é indicado para quem quer ter filhos ou que sofre de diarreia crônica, pois neste último caso o quadro pode piorar.

Também não deve ser consumido quando a pessoa toma Clorpropamida, antidiabéticos e drogas que reduzem os níveis de colesterol, já que potencializa seus efeitos.

2 Comentários

  1. Sueli Rodrigurs

    O artigo é um pouco contraditório. É dito que a planta auxilia no controle ds diabetese mais abaixo diz ser conta indicado para diabéticos.
    Obrigada
    Sueli

    • Receita de Chá

      Boa noite Sueli! Agradecemos seu contato!
      Em partes você está correta, mas é que destacamos que o uso deste chá potencializa os medicamentos para diabetes o que não seria bom

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*