24 de junho de 2022

Vitória-régia

Muitos não sabem, mas a Vitória-régia (Victoria amazônica) é considerada, hoje, uma PANC e com utilizações diversas na culinária.

Trata-se de uma planta aquática bastante comum no Brasil, mas que sempre foi usada apenas como ornamento para rios, lagos, etc.

A Vitória-régia é uma planta nutritiva  o que faz muito bem para a nossa alimentação.

É versátil, também, pois, praticamente, todas as partes dessa planta podem ser consumidas.

Pode ser consumida de diversas formas e ser um excelente ingrediente para receitas variadas, saborosas e nutritivas.

Propriedades da Vitória-régia e benefícios

Essa PANC é uma ótima fonte de proteínas, carboidratos, lipídeos, antioxidantes e outros nutrientes em geral.

Assim, é praticamente um alimento natural completo e que faz muito bem à saúde quando incorporado no dia a dia.

Contém fibras também, o que é excelente para combater a desconfortável prisão de ventre.

O consumo da Vitória-régia traz outros benefícios diversos ao organismo e à saúde, como:  

  • Evita a desnutrição;
  • Reduz inchaços;
  • Combate a desidratação;
  • Ajuda a manter a pressão arterial em níveis ideais;
  • Faz bem para a saúde dos ossos e dos músculos;
  • Pode ser consumida, sem problemas, por pessoas diabéticas, crianças e idosos; entre outros.  

Vitória-régia direto para a cozinha!  

A Vitória-régia, como mencionado antes, pode ser usada na cozinha como alimento integralmente.

Veja:

  • Caule: rico em fibras, pode ser cozido e adicionado em patês e cremes ou mesmo ser ingrediente para chás fitoterápicos.
  • Talo: também contém fibras e muitas proteínas, o que é ótimo para uma boa nutrição – sendo um excelente ingrediente para sopas, por exemplo. Flores: contém carboidratos, lipídeos e vitaminas – é excelente para decorar pratos e para fazer compostas, sopas, doces, geleias.
  • Semente: ótimo ingrediente para substituir grãos e milho, fazer farinhas e adicionar em cremes e mingaus.
  • Folhas: pode ser consumida como salada, refogados e ingrediente para as mais diversas receitas.

1 – Pipoca de Vitória-régia

Ingredientes:

  • 1 xícara de chá de sementes de Vitória-régia;
  • 2 colheres de sopa de óleo;
  • Sal a gosto.

Modo de preparo:

  1. Limpe bem as sementes da planta.
  2. Leve as sementes ao fogo em uma panela grande e aqueça com o óleo até começar a fritar.
  3. Tampe a panela e deixe as sementes estourarem.
  4. Adicione sal a gosto.

As pipocas ficarão bem diferentes das de milho em aparência, não se assuste!

2 – Geleia de Vitória-régia

Ingredientes:

  • 2 xícaras de chá de flor de Vitória-régia;
  • 2 xícaras de chá de açúcar;
  • ½ xícara de chá de água;
  • 50 ml de vinho branco;
  • Suco de ½ limão.

Modo de preparo:

  1. Coloque água e o açúcar para ferver até virar uma calda.
  2. Adicione então, as flores de Vitória-régia, o vinho branco e o suco do limão.
  3. Deixar cozinhar em fogo baixo, mexendo de vez em quando, até obter ponto de geleia.
  4. Aguarde esfriar e guarde na geladeira, em um recipiente vedado.

3 – Patê com Vitória-régia

Ingredientes:

  • ½ xícara de chá de talos de Vitória-régia cozido e picados;
  • ½ xícara de chá de caule de Vitória-régia cozido e picados;
  • ½ cebola picada;
  • 1 colher de sopa de óleo;
  • ½ xícara de chá de maionese;
  • Salsa e sal a gosto.

Modo de preparo:

  1. Refogue a cebola picada no óleo até dourar.
  2. Agora, acrescente os talos e o caule da Vitória-régia e deixe fritar um pouco.
  3. Adicione o sal e a salsinha.
  4. Refogue tudo rapidamente, retire do fogo e deixe esfriar.
  5. Adicione a maionese e misture tudo.
  6. Caso prefira, pode bater o patê no liquidificador.
Mais textos relacionados
Lista com as principais PANCs (Plantas Alimentícias não convencionais)

Antes do "boom" dos alimentos industrializados quando ainda existia uma população rural grande era bem comum que as pessoas comesse Read more

Plantas Alimentícias Não Convencionais

Nos últimos anos, as PANCS (Plantas Alimentícias Não Convencionais) começaram a ganhar destaque na gastronomia e também na saúde, pelas Read more

Almeirão-do-campo

O Almeirão-do-campo (Hypochaeris radicata L.) se trata de uma planta nativa da região Sul do país. Por muito anos era Read more

Arumbeva
arumbeva

A Arumbeva (Opuntia elata Salm-Dyck) é mais uma PANC rica em propriedades nutricionais e que, há muito tempo, era usada Read more

chá para infecção urinaria