24 chás que resolverão seu problema com a infecção urinária

A maioria esmagadora de quem tem, teve ou terá infecção urinária é de mulheres, é bem mais raro o aparecimento em homens, em contrapartida é muito comum em mulheres adultas e idosas.

Como é algo muito comum muitas pessoas preferem buscar uma alternativa no chá para tratar a infecção urinária/cistite.

Chás para infecção urinária

Mostraremos para você muitos chás e você escolhe qual é o que você prefere consumir .

Saiba que beber muito líquido tanto previne quanto ajuda a eliminar as bactérias causadoras da infecção urinária, então tome nota das receitas que passaremos para você.

Os chás não substituem a ida ao médico.

1) Chá de salsinha para infecção urinária

folha de salsinha

 

A salsinha ( Petroselinum crispum) é carminativa, diurética, tônica e laxante, a salsinha é empregada contra cólica, hidropisia, cistite, inflamações dos rins e vesícula, além de contribuir para o trato de infecções urinárias.

Tomar o chá de salsinha é um excelente remédio caseiro para acabar com a infecção urinária

A salsinha tem propriedades diuréticas naturais que ajudam a eliminar qualquer organismo infeccioso da bexiga, ajudando também a combater as cólicas menstruais.

Ingredientes:

  • 50 g de raiz de salsinha;
  • 1 litro de água.

Modo de preparo:

  1. Esmague a raiz e ferva-a na água durante dez minutos.
  2. Então coe e armazene em um recipiente bem higienizado.
  3. Este chá de salsinha deve ser usado como substituto da água durante o dia em que for consumido, pelo menos, de 3 em 3 horas.

2) Chá de catuaba-falsa (arnica do mato) para infecção urinária

A catuaba falsa, também conhecida como arnica do mato ou clitória, tem o nome científico de Clitoria guianensis.

A catuaba falsa tem excelentes princípios ativos diuréticos.

É indicada para cistite (infecção na bexiga), uretrite, infecção urinária, ou seja, inflamação nas vias urinárias em geral.

Utilização da catuaba falsa

Utilizar de 20g a 30g da raiz da planta para cada litro de água em decocção (processo de extração dos princípios ativos de substância ou planta pela ação de líquido em ebulição).

  • Consumir de 3 a 5 xícaras por dia.
  • Pode ser feita também a garrafada com vinho ou cachaça.
  • Para isso, deve se utilizar de 50 g a 100 g da raiz por litro de bebida.
  • Deixar reagir por pelo menos 30 dias antes de ingerir.
  • No caso do vinho, consumir meio copo pela manhã e meio copo à noite. Como a cachaça é um pouco mais forte, uma dose por dia é o suficiente.

ingredientes

  • 1 xícara de chá da raiz picada
  • 1 litro de água

Modo de preparo

  1. Ferva a água juntamente com a raiz
  2. Depois de 10 minutos de fervura desligue
  3. Coe e já pode consumir
  4. Beba 3 xícaras ao dia

3) chá de cabelo de milho para infecção urinária

 

pé de milho

Do cabelo de milho seco se faz um chá muito bom, porém de gosto nem tão agradável que é tradicionalmente empregado como um chá anti-inflamatório para o trato da infecção urinária.

Duas xícaras por dia durante várias semanas ajudam com a cistite, a uretrite e prostatite.

Infecção urinária – Em parte devido ao seu significativo teor de potássio, o cabelo de milho é um diurético muito útil para quase todos os problemas do sistema urinário. 

O cabelo de milho acalma e relaxa o revestimento dos túbulos urinários e da bexiga, aliviando a irritação e melhorando o fluxo e a eliminação da urina.

Ingredientes:

  • 2 xícaras de água;
  • 2 colheres de sopa de cabelo de milho fresco ou seco.

Modo de preparo:

  1. Coloque água e seda em uma panela e deixe ferver com a tampa fechada.
  2. Assim que começar a ferver, abaixe o fogo para a temperatura mais baixa e cozinhe por dez minutos.
  3. Desligue o fogo e deixe o cabelo continuar em cocção por mais meia hora.
  4. Coe o cabelo de milho e guarde em recipiente tampado.
  5. Pode ser consumido aquecido ou em temperatura ambiente.

4) Chá de Quebra-pedra-falso para infecção urinária

pe de quebra pedra

 

Quebra-Pedra é o nome popular dado a várias pequenas plantas semelhantes a arbustos no gênero Phyllanthus (família botânica Euphorbiaceae ), incluindo Phyllanthus niruri e Phyllanthus stipulatis

atividade analgésica da quebra-pedra, juntamente com os efeitos diuréticos, hipotensivos e hipoglicêmicos da Phyllanthus niruriforam têm um poder significativo no tratamento da infecção urinária.

A recomendação do uso do chá de quebra-pedra para rim, cálculos biliares e infecção urinária é beber três xícaras de chá feitas a partir da erva por dois a três dias. 

ingredientes

  • 30 g da planta fresca ou 10 g da planta seca
  • 1 de litro de água

Modo de preparo

  1. Pode ser preparado em infusão, colocando a água para ferver
  2. Depois acrescentar a erva deixando por 10 minutos
  3. tomar durante o dia como se fosse água

Outros chás e alimentos que auxiliam no tratamento da infecção urinária

Sintomas clássicos da infecção

Há outros também que podem acompanhar esses sintomas:

  • urina escura
  • urina com cheiro muito forte
  • dor pélvica
  • dor no reto
  • incontinência urinária
  • urina acompanhada de sangue

Esses sintomas podem variar e pode até não ter sintoma, por isso qualquer suspeita é bom procurar um médico especialista

Tratamento convencional

O tratamento convencional é feito com  antibióticos que são receitados por médico.

Há alguns comportamentos que podem evitar o aparecimento da infecção

  • Beba muito líquido = o líquido serve para curar quanto para prevenir, por isso o uso de chás é muito eficaz
  • Limpe-se ao urinar
  • urine após a relação sexual
  • use absorventes externos ao invés dos internos
  • use calcinha de algodão e a troque pelo menos uma vez ao dia
  • NÃO use spray ou pós para higiene íntima
  • Evite calças apertadas
  • Fique sem calcinha quando possível
  • Cuidado quando fizer sexo anal e genital = bactérias do ânus podem se alojar no trato urinário

3 Comentários

  1. Maria de Oliveira

    Já usei demais ervas medicinais para acabar com minhas infecções urinárias frequentes
    Realmente ajuda bastante, mas é claro que sempre procuro médico quando é preciso

  2. Vanessa Aparecida dos Santos

    Gostei do texto, obrigada

  3. Maria das Graças de Oliveira dos Santos

    Gostei muito das dicas. Obrigada!

Deixe Um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*